Destaques

Animais abandonados

 

Nunca pensei em adotar um animalzinho. Mas depois que morei em Sobradinho, fiquei impressionada com a quantidade de cães soltos nas ruas, doentes, atropelados, sem amparo nenhum. Um dia tentei encontrar ajuda (bombeiro, polícia?) pra um cãozinho que tinha acabado de ser atropelado e não souberam como me orientar. Isso é um problema sério na cidade. Além do sofrimento dos animais, o perigo aumenta pela falta de vacinação e controle (castração). Algumas iniciativas (voluntárias, que vivem de doações) funcionam mais ou menos, mas é muito precário. Me parece que as Administrações de alguns bairros não dão a mínima. PS: adotei um cãozinho em um abrigo (o Abrigo cuida de uns 500 animais, encontrados em situações desse tipo). Os abrigos estimulam a adoção e orientam a castração dos animais. Existem várias feirinhas de adoção. Uma delas acontece na 108 sul, na comercial, todo sábado.

 

< Voltar